Archive for setembro, 2010


Na terca-feira, 21 de setembro, ocorreu o primeiro encontro “ dialogando sobre o ECA com a imprensa” no auditório do ministério público (MP) do estado do Pará. O evento que foi realizado no período da manhã e da tarde pode contar com a presença de vários estudantes e jornalistas para um debate sobre o “Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente”.

A organização foi feita pelo Centro de Estudo e Aperfeiçoamento Funcional do Ministério Publico (CEAF), apoio Unama, Cedeca-Emaus e UNICEF. O objetivo era informar aos participantes sobre as leis que são implantadas para a criança e o adolescente no Brasil e no mundo e mostrar como os promotores de justiça e a mídia abordam este tema. Esclarecer os processos jurídicos, as imagens impróprias e os termos usados pela imprensa.

Carlos Eugênio Salgado dos Santos (promotor de justiça da infância e da juventude) deu início a palestra falando sobre o que seria um sistema de garantia de direitos, ele explica que a declaração universal dos direitos da criança e do adolescente adotada pela ONU, em 1959, inaugura uma nova forma de pensar sobre eles. Antigamente o jovem era responsabilidade do estado somente se estivesse em situação irregular. Hoje ele passa a ser sujeito de direito igualmente aos adultos “ainda vemos os jovens como um meio de manipulação, como algo que podemos manusear, mais a responsabilidade quanto a eles passou a ser solidaria ( pai, mãe, estado etc ) é dever de todos assegurar que a criança tenha como absoluta prioridade o direito a vida, a saúde, a educação, a alimentação, ao lazer, a profissionalização, a cultura, a dignidade, a liberdade, o respeito e a convivência familiar” conclui ele.

Vânia Maria Torres Costas (jornalista e professora da universidade federal do Para) da ênfase a como esse tema pode ser abordado pela mídia. Em se tratando do assunto infanto-juvenil o que mais aparece nos cadernos de redação são os termos perjorativos como “ O menor”, “Moleque”, “pivete” (…) ela afirma que palavras como estas tem sentido duplo quanto a um jovem e uma criança, e em sua concepção não devemos pensar dessa forma na hora de escrever um texto sobre eles “ todo mundo merece o devido respeito perante todas as coisas, termos como “O menor” desqualifica um adolescente, da o sentido de ser baixo e incapaz“

O debate do evento tanto da manhã quanto da tarde foi mediado pela coordenadora das promotorias de justiça da infância e da juventude Yoná silva de Souza. Ao final do discurso ela deu voz a promotora de justiça Leane Barros Fiuza de Melo para a seguinte conclusão “Não é correto darmos ao jovem infrator uma punição cruel como prender e/ou bater. O certo é  educar, mostrar as coisas boas da vida, ou seja, ensinar para que ele cresça sabendo o que é ser um humano de verdade. Se agirmos com agressividade ele torna-se um jovem mais cruel ainda” justifica a promotora.

. Organizacao Centro de Estudo e Aperfeiçoamento Funcional do Ministério Publico (CEAF), apoio Unama, Cedeca-Emaus e UNICEF

. Debates ( yona Souza, Carlos Eugenio, Vania Torres e Leane Barros)

A insônia não é definida pela quantidade de horas que uma pessoa dorme ou quanto tempo leva para cair no sono, ela se caracteriza pela falta do sono ou pela dificuldade prolongada de dormir por vários dias. A principal causa é a preocupação com alguma coisa, com uma doença, na relação em casa com o marido ou com os filhos ou perda de um ente querido. Esse tipo de exemplo caracteriza a insônia como curta, esta podendo levar de 2 a 3 semanas para cicatrizar, são os chamados “estresses graves”. Mais existem aquelas de longa duração, que podem levar meses ou anos para cicatrizar e nesse caso o paciente é destinado a tomar remédios controlados.

Provavelmente não existe alguém que nunca tenha tido insônia na vida. E a conseqüência disso seria o cansaço, o estresse, a irritação, a fadiga diminuição de reflexos, perda de energia etc. O problema é saber até que ponto ela é normal na vida do ser humano.

As Insônias que caracterizam uma causa não-médica são aquelas:

  • Onde a pessoa não consegue dormir por causa do barulho;
  • Claridade;
  • Colchão e travesseiros ruins;
  • Parceiros agitados, que roncam, que tenham pernas intranqüilas ou movimentos periódicos de membros;
  • Calor;
  • Posição inadequada na hora de dormir;

 

Insônias que caracterizam as causas médicas:

  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Doenças do Sistema respiratório; exemplo apnéia do sono e asma;
  • Stresse Crônico;
  • Doenças Cardíacas;

 

Causas comportamentais

  • Trabalho em turnos
  • Momentos de vida estressante
  • Preocupações;
  • Dormir muito durante o dia;
  • Horários irregulares para dormir;
  • Fumar no quarto;
  • Cafeína e demais estimulantes consumidos muito tarde.

ObS:Havendo as causas não médicas acima, o tratamento começa por elas.

O que é um Blog?

Blog é um meio informativo onde as pessoas podem se comunicar repassando mensagens à seus amigos, parentes e até desconhecidos. Antigamente o blog se dirigia muito a um método mais pessoal, ou seja, onde as pessoas faziam comentários sobre si mesmas postando fotos da semana e escrevendo coisas sobre sua vida. Hoje em dia o ele tem um conceito mais amplo, já encontramos notícias importantes do dia-a-dia de várias imprensas que já possuem os seus próprios blogs para divulgação das informações no jornalismo, qualquer banda que queira divulgar o seu talento, qualquer ator que queria divulgar a sua apresentação da semana podem recorrer ao blog. Lá haverá os releases, as datas de show, os contatos, as notícias, sendo assim um método bem adequado para termos conhecimento sobre qualquer coisa.
Lógico que no caso das notícias fica um pouco difícil acreditarmos em tudo que está escrito nos blogs, justamente porque ele tem livre acesso, qualquer pessoa pode ter um. Nesse caso, corre o risco de conter informações falsas. Mas ao ver geral o ele é um dos melhores métodos que uma pessoa pode recorrer para ter alguma informação.

Ver Site.

A maioria das pessoas tem utilizado os blogs como diários pessoais, porém um blog pode ter qualquer tipo de conteúdo e ser utilizado para diversos fins. Uma das vantagens das ferramentas de blog é permitir que os usuários publiquem seu conteúdo sem a necessidade de saber como são construídas páginas na internet, ou seja, sem conhecimento técnico especializado.